Quinta-Feira, 19 de Setembro de 2019

Pré-candidatura de Célio Henrique à presidência da OAB reúne 400 advogados em Palmas




COMPARTILHE

O advogado Célio Henrique Magalhães Rocha, atual secretário-geral da OAB-TO, foi lançado pré-candidato à presidência da entidade em evento realizado na noite da ultima quinta-feira, 27, em Palmas.

A decisão foi comemorada por quase 400 advogados presentes e contou com o apoio do atual presidente, Walter Ohofugi. “Isso aqui é um projeto de gestão, não é um projeto de poder. É um projeto coletivo. Estamos passando o bastão para um novo grupo, abrindo mão de praticamente todos os cargos para que a OAB se oxigene. E esse grupo aqui, eu tenho certeza, fará a melhor gestão da história da OAB”, afirmou.

Para Célio Henrique, em sua gestão serão mantidos os princípios de coletividade e a defesa rigorosa das prerrogativas da categoria. “Essa não é chapa de um presidente. Eu sou a cara de um grupo. Um coletivo que contempla a advocacia do interior, da capital, civilista, trabalhista, previdenciarista, pública, privada, homens e mulheres. Eu quero que os jovens e os mais experientes façam parte desse projeto”, explicou.

No evento também foi anunciada a indicação do vice-presidente da chapa, o advogado Albery Cesar de Oliveira. “A OAB era uma caixa preta, fechada. Havia um grupo que impedia os advogados de frequentarem a própria casa. Hoje eu digo que a Ordem é dos advogados, da coletividade. E o Célio tem princípios bons, por isso estou apoiando ele. Antes de analisar o projeto, vejam a essência dele, o que ele é, o que ele acredita. Isso que eu acho importante: a honestidade, probidade, ética, postura, retidão que são marcas dele”, defendeu.

“Me orgulho de estar aqui e declarar que representamos e construímos um grupo que fez com que a OAB tivesse relevância dentro da sociedade tocantinense. Hoje um grande empresário, amigo meu, disse: “só a briga pelo IPTU já valeu a pena”. Mas essa foi só uma de várias que a gente encabeçou com coragem, cada um dando a cara a tapa no momento oportuno, com a coragem que “o clube dos engravatados” não teve antes. Hoje não. Hoje nós somos aquilo que a constituição nos concede como entidade e prestamos à sociedade o serviço que lhe é devido”, afirmou o atual presidente da Caixa de Assistência dos Advogados, Flávio Leão.

A advocacia trabalhista também estava presente em defesa do nome de Célio Henrique para a presidência. O ex-presidente da Associação Tocantinense dos Advogados Trabalhistas (ATAT), Márcio Martins defendeu que “o outro grupo está visando o interesse próprio, não representa a advocacia, motivo pelo qual nós deliberamos em conjunto que este grupo compactua dos mesmos ideais, dos mesmos posicionamentos, do mesmo caminho. Esse grupo nunca fechou a porta para advocacia trabalhista”.


Autor: AMZ Noticias com Juliana Gonçalves


Comentários
O Norte Araguaia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Norte Araguaia Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito ao Norte Araguaia