Quarta-Feira, 21 de Abril de 2021

Empresas são condenadas por negativar nome de cliente que já tinha morrido em Palmas




COMPARTILHE

A Justiça do Tocantins condenou a BV Financeira, a RCI Brasil e a seguradora Cardif do Brasil a indenizar a família de uma mulher que teve o nome negativado após morrer em Palmas. Segundo a decisão, a cliente morreu em fevereiro de 2016 e as empresas não quitaram as parcelas restantes do financiamento de um carro, como o contrato previa.

A filha da vítima foi obrigada a continuar pagando as parcelas para não ver o nome da mãe nos serviços de proteção ao crédito. O juiz Jordam Jardim entendeu que houve dano moral e por isso determinou uma indenização de R$ 10 mil. Além de indenizar a filha, as empresas ainda terão que devolver o valor das parcelas pagas por ela após a morte da mãe, quitar o financiamento e tirar o nome da cliente da lista de inadimplentes.

A Cardif do Brasil informou que não realiza nenhum processo de negativação para clientes que adquiriram o seguro prestamista, que é a modalidade que prevê a quitação das parcelas em caso dr morte. A empresa disse também que irá cumprir a determinação judicial e que trabalha internamente para resolver o caso da melhor maneira possível. O G1 aguarda o retorno da BV Financeira e da RCI Brasil.

 


Autor: AMZ Noticias com G1


Comentários
O Norte Araguaia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Norte Araguaia e um meio de comunicacao de propriedade da AMZ Ltda.
Para reproduzir as materias e necessario apenas dar credito a Central AMZ de Noticias