Segunda-Feira, 20 de Maio de 2019

Pedro Taques vive "período sabático" após derrota e ligação a contabilidade paralela




COMPARTILHE

O governador Pedro Taques (PSDB) está passando por um período de recuperação física e psicológica desde a derrota nas eleições deste ano. A afirmação foi feita pelo secretário-chefe da Casa Civil e coordenador de transição do Executivo estadual, Ciro Rodolpho.

Além de ficar em terceiro lugar nas eleições, o “período sabático” do tucano também tem outro motivo: a delação premiada do empresário Alan Malouf, homologada pelo Supremo Tribunal Federal (STF). No documento, Malouf faz diversas acusações contra Taques, entre elas a de que o governador participou de esquema de caixa 2 e até de caixa 3para pagar dívidas de sua campanha de 2014. Desde que os fatos vieram à tona, o governador não se pronunciou sobre o assunto.

De acordo com Ciro, o silêncio de Taques, que tem evitado conversar com a imprensa desde a derrota, é uma postura comum em razão do período de recuperação que o tucano tem vivido, após o pleito eleitoral.

A única vez em que o tucano se pronunciou publicamente, desde a derrota nas urnas, foi para felicitar Mauro Mendes (DEM) pela vitória na disputa ao Palácio Paiguás. “Na primeira semana, acho que não só derrotados nas urnas como vencedores, é normal que todos passem por um processo de recuperação física e psicológica. Isso é normal”, minimizou Ciro.

Segundo o secretário, nesta semana o atual chefe do Executivo estadual e toda a sua equipe estão trabalhando normalmente. “Temos, neste momento, muita coisa para trabalhar. Talvez vocês não vão nos ver falando com tanta frequência, mas estamos trabalhando”, afirmou.

Ele declarou que o atual Executivo estadual tem duas missões antes de encerrar o ano: terminar a gestão e passar o bastão da maneira mais austera possível. “Por conta disso, uma semana foi realmente para o governador fazer uma recuperação física, porque não tem sido fácil, pois a liderança de um poder Executivo é para poucos. Mas estamos trabalhando normal. É uma equipe engajada”, disse.

As declarações de Ciro foram dadas logo após reunião entre Taques e Mauro, na tarde de quinta (25). No encontro, o democrata pediu que o tucano mantenha o Fethab 2, que pode ser extinto neste ano. Logo após a reunião, Mauro conversou com a imprensa. Taques, no entanto, permaneceu em sua sala no Palácio Paiaguás e pediu que Ciro fosse conversar com a imprensa, representando a atual gestão.


Autor: AMZ Noticias com RDNews


Comentários

Notice: Undefined index: envio in /home/norteara/public_html/noticia.php on line 212
O Norte Araguaia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Norte Araguaia Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito ao Norte Araguaia