Segunda-Feira, 21 de Outubro de 2019

Nova extensão de trechos da Avenida Brasil em Redenção ganha iluminação publica




COMPARTILHE

A população de Redenção ganhou no ultimo 14, nova iluminação em um trecho de mil metros da Avenida Brasil. Em 2013, a principal via da cidade ganhou uma extensão de 800 metros, a partir do Espaço Cultural até o Hospital Regional.

Na época, a Celpa ficou de fazer a iluminação, mas isso nunca se concretizou. “Diversas vezes notificamos a Celpa, o prefeito chegou ir a Belém, porém não tivemos êxito”, disse o secretário de Obras, Dorvalino Rocha.

Ainda segundo ele, após as notificações e a ida em Belém, sem sucesso, o prefeito Carlo Iavé Furtado comprou toda a fiação elétrica e os postes, arcando o município com todas as despesas. “O prefeito entendeu que o povo não podia pagar o preço por isso e o serviço executado com 100% de recursos próprios”, explicou o secretário.

A Avenida Brasil é uma das mais importantes da cidade, hoje com 7 km de extensão. Nos últimos anos, o número de veículos que trafegam pela principal avenida aumentou significativamente. “Aqui ates era uma escuridão, hoje está lindo de se ver, deixou a avenida mais bonita”, comemorou o empresário, Edimilson Rodrigues.

O atleta Guaraci Borges relatou que antes não passava pela avenida, mas agora faz questão de circular pela via. “Era um trecho pequeno, mas durante o período noturno era assustador passar por aqui. Hoje é só alegria, a população de Redenção agradece”, ressaltou. Segundo o coordenador de Iluminação Pública, Valcones Oliveira, foram feitos 800 metros de iluminação, saindo do Espaço Cultural ao Hospital Regional mais e 200 metros entre os setores Parque dos Buritis II e III.


Autor: AMZ Noticias com Zé Dudu


Comentários
O Norte Araguaia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Norte Araguaia Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito ao Norte Araguaia