Terca-Feira, 23 de Julho de 2019

Estudante de Tangará da Serra que desapareceu após roubo de celular é encontrada morta




COMPARTILHE

A estudante Mariana Dutra, de 21 anos, que estava desaparecida desde o dia 5 de novembro, foi encontrada morta na manhã desta quarta-feira (21) em Tangará da Serra.

A polícia informou que, antes de desaparecer, Mariana esteve na delegacia para prestar queixa por causa de um celular e uma bicicleta que teriam sido roubados dela. Desde então a família denunciou o desaparecimento e procurava pela jovem.

O corpo dela foi encontrado na Rua 40 do Bairro Jardim Acapulco, depois de 16 dias desaparecida. Ainda não há informações da causa da morte.

Na semana passada, a Polícia Civil prendeu um rapaz que estava com o celular dela. Ele foi preso por receptação suspeito de ter comprado o celular que era da Mariana e possivelmente teria sido roubado.

A polícia esperava chegar até a Mariana por meio dessa pista, mas esse rapaz foi a sexta pessoa que pegou o celular, ou seja, o aparelho teria sido roubado e revendido. Na terça-feira (20) familiares e amigos da jovem fizeram um mutirão para tentar encontrar ao menos uma pista do paradeiro da jovem.

O desaparecimento - A mãe disse à polícia que, no dia 5, saiu para ir à igreja e deixou Mariana em casa dormindo. Porém, quando retornou, a filha não estava e desde então não foi mais vista. A família também confirma a hipótese da polícia de que Mariana possa teria ido atrás dos responsáveis pelo roubo do celular e da bicicleta. A preocupação maior é porque a jovem fazia uso de remédios controlados.  


Autor: Redação AMZ Noticias


Comentários
O Norte Araguaia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Norte Araguaia Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito ao Norte Araguaia