Quinta-Feira, 25 de Abril de 2019

Governo Federal premia empresa de Mato Grosso por incentivos ao esporte nacional




COMPARTILHE

A empresa mato-grossense Áster Máquinas foi reconhecida com o Prêmio Empresário Amigo do Esporte, uma iniciativa do Ministério do Esporte, realizada na sede da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (FIESP), em São Paulo.

O prêmio, que já está em sua sexta edição, reconhece empresas que apoiam o cenário esportivo no Brasil, premiando os maiores doadores do esporte nacional, sejam empresas que descontam 1% de seus lucros ou pessoas físicas em 6% de suas responsabilidades fiscais.

Segundo a gerente de Marketing e Qualidade da Áster Máquinas, Gabriela Lima, um dos valores da empresa é a sustentabilidade, portanto o esporte não poderia ficar de fora do escopo de preocupações da empresa, por meio da Lei de Incentivo ao Esporte. 

“Por isso, incentivamos as práticas saudáveis que venham a contribuir com a qualidade de vida da comunidade. A Áster Máquinas orgulha-se contribuir para o desenvolvimento da sociedade, e esse reconhecimento confirma que estamos no caminho certo”, afirma Gabriela.

O evento, que contou com a participação do ministro do Esporte, Leandro Cruz, foi apresentado por dois medalhistas olímpicos: Poliana Okimoto, medalha de bronze nas maratonas aquáticas nos Jogos Olímpicos Rio 2016, e Tiago Camilo, medalha de prata no judô nas Olimpíadas de Sydney 2000 e o bronze em Pequim 2008.

No total, foram premiadas as seguintes categorias: Maiores Amigos do Esporte – Estados, Maiores Amigos do Esporte - Pessoa Física, Maiores Amigos do Esporte de Participação, Maiores Amigos do Esporte de Rendimento, Maiores Amigos do Esporte Educacional e Maiores Amigos do Esporte.

“Minha satisfação por participar desse prêmio é imensa”, ressaltou Leandro Cruz. “No dia de hoje, a gente reconhece aquelas empresas e aqueles empresários que têm responsabilidade social para investir no esporte. Acima de tudo, a gente agradece a essas empresas em nome de todo o esporte brasileiro. A gente precisa divulgar bem as empresas que apoiam, respeitam e incentivam o esporte brasileiro”, continuou o ministro do Esporte, que reforçou a importância da Lei de Incentivo ao Esporte para país.

A Lei do Incentivo ao Esporte foi criada em 2007, ajustada em 2016, e durante todo este período foram mais de 2,1 bilhões de reais aportados aos projetos esportivos beneficiando milhões de atletas de todos os níveis no país. No ano passado, a lei captou R$ 241 milhões, beneficiando mais de um milhão de pessoas diretamente.


Autor: Redação AMZ Noticias


Comentários

Notice: Undefined index: envio in /home/norteara/public_html/noticia.php on line 212
O Norte Araguaia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Norte Araguaia Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito ao Norte Araguaia