Quarta-Feira, 13 de Novembro de 2019

Prefeita de São Félix do Araguaia comemora crescimento econômico em meio à grave crise




COMPARTILHE

A prefeita de São Félix do Araguaia, Janailza Taveira Leite (SD), que caminha com uma marca exitosa de administração, tem mais um  motivo para comemorar em sua gestão, esta semana o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), divulgou uma série de dados, que colocam São Félix no ranking dos dez municípios brasileiros que tiveram o maior crescimento no PIB (Produto Interno Bruto) do setor agropecuário no período de 2014 a 2016.

Segundo o Rankig o primeiro é Guaira, depois vem a também paulista Miguelópolis, com expansão de 36,76% na Agropecuária no período. Ainda tem Nova Ubiratã (MT): +36,7%; Portel (PA): 25,7%; Nova Alvorada do Sul (MS): +25,61%; Porto dos Gaúchos (MT): +23,63%; Sapezal (MT): +22,84%; Rio Brilhante (MS): +22,18%; e Vera (MT): +20,86%.

Janailza Taveira, disse que trata-se de um resultado expressivo que coloca São Félix do Araguaia à frente de cidades com economia reconhecidamente robusta no estado de Mato Grosso. Mesmo em meio a esse cenário negativo, o perfil da administração de São Félix do Araguaia, com sua política de investimento, transmitiu tranqüilidade e segurança para a iniciativa privada continuar investindo maciçamente.

“As empresas que procuram a Prefeitura sentiram credibilidade e apoio da infraestrutura e isso sinalizou muito forte para que fossem gerados resultados impactantes, como foi esse PIB de 2014, o resultado comprova o crescimento econômico registrado nos últimos anos”, observou Janailza, com base em relatório detalhado apresentado pela Secretaria de Planejamento do Município à luz dos números do IBGE.

A prefeita lembra que, nesses últimos dois anos, foi criado um ambiente de negócios que impulsionou muitas iniciativas, como a Lojas Gazin que, sozinha, assegura empregos formais, além de atrair empresas dos mais diversos matizes.

Para Janailza, a infraestrutura necessária à essa demanda de expansão podem também ser exemplificadas como os investimentos, em parceria com o governo federal e estadual e um dos objetivos é dispor de uma ambientação de negócios plantada durante a sua gestão, ainda segundo ela, a cidade está preparada para acelerar o processo de crescimento futuramente. “Vamos cumprir a chamada pauta do futuro de São Félix do Araguaia, que já está no Planejamento Estratégico, no seu eixo prosperidade. A meta é conseguir resultados expressivos e ficar entre as primeiras cidades no PIB”, conclui.

Nove municípios tiveram retração no PIB Agropecuária de 2014 a 2016. Todos no Matopiba. O pior desempenho é de Baixa Grande do Ribeiro (PI): -29,47%; São Desidério (BA): -23,48%; Tasso Fragoso (MA): -21,61%; Formosa do Rio Preto (BA): -15,07%; Uruçuí (PI): -9,81%; Balsas (MA): -9,38%; Igarapé-Miri (PA): -5,51%; Correntina (BA): -4,6% e Riachão das Neves (BA): -2,22%. O estudo combinou os dados do PIB Agro com os da Produção Agrícola Municipal referente a 2017.

“Nos estados da Bahia, Piauí e Maranhão, muito afetados pelas secas ocorridas nos últimos anos, a redução de safras foi muito forte ocasionando redução do valor da produção”, afirmou, em nota, o coordenador-geral de Estudos e Análises da Secretaria de Política Agrícola do Ministério da Agricultura, José Garcia Gasques.


Autor: VanessaLima com ORepórterdoAraguaia


Comentários
O Norte Araguaia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Norte Araguaia Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito ao Norte Araguaia