Sexta-Feira, 07 de Agosto de 2020

Disque Denúncia no Pará ajuda a prender mais de 300 e recupera 75 veículos em 02 anos




COMPARTILHE

Mais de 300 prisões foram efetuadas e 75 veículos recuperados nos anos de 2017 e 2018 no Pará, por meio do número 181, o Disque Denúncia. O serviço é oferecido gratuitamente pela Secretaria de Estado de Segurança Pública e Defesa Social (Segup) para que a sociedade possa contribuir no combate a criminalidade de maneira anônima. Por meio do serviço, 24 mil denúncias válidas foram registradas nos últimos dois anos, uma média de 2 mil denúncias ao mês e 90 por dia.

A participação da população vem contribuindo cada vez mais com a resolutividade de ações criminosas, como explica a coordenadora, Libny Amaral. “Nós últimos anos, resultados extremamente positivos foram alcançados por meio de denúncias anônimas.

Em 2017 e 2018, por exemplo, foram efetuadas 352 prisões com a colaboração da sociedade, sendo a grande maioria prisão em flagrante por tráfico de drogas”, ressalta. Além do tráfico de entorpecentes, informações referentes a homicídios e violência doméstica somam a maioria das denúncias. Porém, o trabalho do 181 possibilitou ainda a recuperação de 75 veículos e apreensão de 29 armas em dois anos. 

Os resultados mostram também a apreensão de 21 quilogramas de entorpecentes em 2017, ano em que quatro tentativas de fuga de carceragens do sistema penitenciário foram coibidas, duas de alta periculosidade no complexo de Marituba, na Região Metropolitana de Belém; e duas no interior do Estado, quando túneis foram descobertos por agentes prisionais após receberem informações repassadas ao Disque Denúncia. Graças ao serviço, foi possível recapturar 62 foragidos do sistema penal e até mesmo a devolução de lustres ao Palacete Pinho, que haviam sido furtados.

Serviços 181 e 190 – Apesar dos números estarem disponíveis à população para informar algum acontecimento que necessita dos trabalhos de agentes da segurança pública, o número do Disque Denúncia e o 190 oferecem serviços distintos à sociedade. Enquanto o 190, vinculado ao Centro Integrado de Operações (Ciop), atua em ações imediatas, como incêndios, acidentes, assaltos com reféns, entre outros, o 181 é destinado para contribuir com que atos criminosos que já aconteceram possam ser solucionados, como recaptura de presos, venda de entorpecentes, localização de veículos roubados, por exemplo.

Após fazer a denúncia, o informante recebe um número de protocolo para que possa acompanhar o processo para, se for o caso, adicionar informações. Os dados recebidos são encaminhados aos órgãos competentes para que as devidas providências sejam tomadas.


Autor: AMZ Noticias com Aline Saavedra


Comentários
O Norte Araguaia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Norte Araguaia e um meio de comunicacao de propriedade da AMZ Ltda.
Para reproduzir as materias e necessario apenas dar credito a Central AMZ de Noticias