Quarta-Feira, 22 de Maio de 2019

Rally da Safra visita a região Araguaia para última etapa de avaliação da soja em Mato Grosso




COMPARTILHE

O Rally da Safra, principal expedição técnica privada sobre a safra de grãos no Brasil, chega à região Nordeste do Mato Grosso hoje, dia 12 de fevereiro. Os técnicos avaliarão lavouras de soja de ciclo médio e tardio nas regiões de Barra do Garças, Nova Xavantina, Canarana, Querência, São Félix do Araguaia, Vila Rica e Santana do Araguaia, finalizando a etapa no dia 16 de fevereiro em Palmas (TO). Em Querência, na quinta-feira, dia 14, à noite, será realizado um evento gratuito para produtores rurais no CTG – Pousada do Sul.

Organizada pela Agroconsult,  a expedição deve percorrer mais de 100 mil quilômetros neste ano. A área avaliada pelos técnicos corresponde a 95% da produção de soja e 72% de milho no País. A previsão pré-Rally da safra brasileira é de 117,6 milhões de toneladas de soja (dados de janeiro) a ser confirmada pelos técnicos em campo.

De acordo com André Debastiani, coordenador da Equipe 5, o Rally da Safra passou pela região Médio-Norte e pelo Oeste do Estado entre os dias 14 e 18 de janeiro avaliando a soja precoce. Os técnicos confirmaram a expectativa inicial de um potencial produtivo pouco abaixo do ano passado. Entre as razões que justificam a baixa produtividade estão a alta nebulosidade ao longo do mês de novembro, altas temperaturas de janeiro e encurtamento do ciclo que afetaram, em especial, o peso dos grãos.

Entre os dias 31 de janeiro e 2 de fevereiro, a  Equipe 3 do Rally da Safra voltou ao Mato Grosso para avaliar as lavouras de ciclo precoce na região Sudeste do Estado, também afetadas pelo clima seco e quente ao longo do mês de janeiro. “É bom lembrar, porém, que os resultados da soja precoce contam apenas uma parte da história da safra no Médio-Norte e no Oeste do Mato Grosso. Fomos a campo no dia 4 de fevereiro com a Equipe 4 verificando as condições da soja de ciclo médio e tardio que vem demonstrando um potencial produtivo maior e deve compensar parte das perdas das lavouras mais precoces”, afirma Debastiani.

No evento em Querência o produtor terá informações sobre o mercado de grãos e as perspectivas climáticas para 2019. “Será um momento de debate, construção de conhecimento e de retribuirmos aos produtores todos os dados coletados em campo, além de uma oportunidade de reuni-los para troca de informações e interação com os técnicos das empresas patrocinadoras”, explica o coordenador do Rally.


Autor: AMZ Noticias com Assessoria


Comentários

Notice: Undefined index: envio in /home/norteara/public_html/noticia.php on line 212
O Norte Araguaia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Norte Araguaia Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito ao Norte Araguaia