Quarta-Feira, 22 de Maio de 2019

Tio da deputada Janaína Riva é executado a tiros em cidade do interior do Espírito Santo




COMPARTILHE

Joaquim Riva, tio da deputada estadual Janaína Riva (MDB), foi executado a tiros numa estrada de terra no município de Dores do Rio Preto, no Estado do Espírito Santo, na manhã deste sábado (9). A informação foi confirmada pela própria parlamentar a nossa reportagem.

De acordo com informações de sites de notícias do Espírito Santo, Joaquim Riva, que tinha 70 anos, dirigia seu veículo na região conhecida como Córrego dos Gomes, entre o município de Dores do Rio Preto e o distrito de Mundo Novo. Ele estava acompanhado do irmão, Jorge Riva, que é ex-prefeito da cidade.

Enquanto dirigia, Joaquim Riva teria sido interceptado por outro veículo no meio da estrada. Os bandidos desceram do carro e efetuaram vários disparos contra ele, que acabou não resistindo. Jorge Riva, que acompanhava o irmão, foi amarrado e colocado dentro do porta-malas do automóvel. Ele não teria sofrido nenhum disparo. Nenhum pertence das vítimas foi levado pelos criminosos.

Segundo informações preliminares, o corpo de Joaquim Riva foi levado ao Instituto Médico Legal de Cachoeira do Itapemirim (ES). A deputada estadual contou que o tio passou a maior parte da vida em Juara (664 km de Cuiabá), e se mudou para o Espírito Santo para descansar pois estava aposentado.  A família Riva é natural daquele estado e segundo as ultimas informações, os criminosos foram presos na Via Dutra, no Estado de São Paulo. Os nomes deles não foram revelados.


Autor: AMZ Noticias com Mídia News


Comentários

Notice: Undefined index: envio in /home/norteara/public_html/noticia.php on line 212
O Norte Araguaia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Norte Araguaia Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito ao Norte Araguaia