Domingo, 19 de Maio de 2019

Ex-secretária de Confresa é presa por descumprir ordem judicial e ir até prefeitura local




COMPARTILHE

A ex-secretária de Educação de Confresa, a 1.160 km de Cuiabá, Agenora Moraes, foi presa por descumprir uma ordem judicial e ir até a sede da prefeitura. Em janeiro, ela e outros servidores públicos foram alvos da Operação Tapiraguaia.

À época, foram cumpridos 61 mandados de busca e apreensão para apurar um suposto esquema de desvio de recursos federais da Prefeitura de Confresa.

No dia da operação, um mandado de busca e apreensão foi cumprido contra Agenora, que estava viajando. Além do mandado, a Justiça havia determinado que os investigados não frequentassem as repartições públicas. A ex-secretária, entretanto, descumpriu a determinação e teve a prisão preventiva decretada.

Operação Tapiraguaia - A operação recebeu o nome tendo em vista esta ser a primitiva denominação do atual município de Confresa. É a junção dos termos “Tapirapé” e “Araguaia”, designação de nomes de dois rios da região norte mato-grossense. São alvos da investigação contratos nas áreas da educação, saúde e infraestrutura referentes aos anos de 2015 e 2016.

Segundo a PF, empresas contratadas pela prefeitura através de direcionamento recebiam pagamentos superfaturados sob condição de pagamento de propina a servidores. Após quebra do sigilo bancários dos investigados, a estimativa é que o prejuízo seja de R$ 4,5 milhões. Os investigados devem responder pelos crimes de organização criminosa, desvio de recursos públicos e crimes licitatórios.


Autor: AMZ Noticias com G1


Comentários

Notice: Undefined index: envio in /home/norteara/public_html/noticia.php on line 212
O Norte Araguaia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Norte Araguaia Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito ao Norte Araguaia