Sábado, 08 de Agosto de 2020

População indignada lincha acusado de estuprar e matar uma jovem de 20 anos em Sinop




COMPARTILHE

Um homem, cuja identidade não foi divulgada, morreu após ser linchado por populares no bairro Lisboa, em Sinop, na noite da última segunda (18). Ele foi atacado após ser apontado como suspeito de ter assassinado e estuprado uma jovem de 20 anos, horas antes.

A suspeita das pessoas que o atacaram, conforme a Polícia Civil, é de que o homem tenha sido o responsável por abusar sexualmente e esfaquear Emily Tawanne da Silva, na madrugada de segunda.

Ela foi vítima do crime no quintal da própria casa, ao sair para fumar cigarro. A jovem não resistiu aos ferimentos e morreu no hospital. De acordo com a Polícia Civil, o caso gerou revolta na população local. Um morador de Sinop passou a ser apontado por pessoas da região como o responsável pela morte da jovem. Inconformadas com o caso, algumas pessoas se reuniram com pedaços de madeira e agrediram o homem com golpes, principalmente na região da cabeça. Ele não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

Responsável pelas investigações sobre a morte de Emily, o delegado Carlos Eduardo Muniz declarou que ainda não é possível afirmar que o homem linchado foi o responsável pelo crime contra a jovem. Isso porque, segundo ele, o caso ainda está sendo apurado.Entre os itens que a Polícia Civil de Sinop aguarda para apurar o crime contra a jovem é o resultado de laudos periciais. Em relação ao linchamento do homem, um novo inquérito deverá ser instaurado. Ao menos por ora, nenhum suspeito foi ouvido.


Autor: Vinícius Lemos com RDNews


Comentários
O Norte Araguaia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Norte Araguaia e um meio de comunicacao de propriedade da AMZ Ltda.
Para reproduzir as materias e necessario apenas dar credito a Central AMZ de Noticias