Segunda-Feira, 03 de Agosto de 2020

Cinco pessoas são presas em flagrante por pedofilia e pornografia em Mato Grosso




COMPARTILHE

Cinco pessoas foram presas em flagrante na manhã desta quinta-feira (28) em Mato Grosso na operação que apura crimes de abuso e exploração sexual contra crianças e adolescentes praticados na internet.

De acordo com a Gerência de Combate aos Crimes de Alta Tecnologia (Gecat), essa é a quarta fase da operação Luz na Infância, que é resultado de um esforço nacional de combate ao crime.

Foram cumpridos 6 mandados de busca e apreensão em Cuiabá, Nova Olímpia (207 km de Cuiabá) e Colíder (a 648 km da capital). Em 5 deles ocorreram prisões em flagrante após a polícia encontrar materiais ilegais, como fotos e vídeos de crianças e adolescentes em situação de exploração sexual.

Os endereços dos alvos foram três casas, no bairro Jardim Aclimação, no CPA 3, Coophema, e uma empresa no bairro Jardim Itália. Nas residências, os policiais civis localizaram arquivos e imagens de pedofilia, contento imagens pornográficas, envolvendo crianças e adolescentes. Três moradores foram presos em flagrante. No quarto endereço alvo do mandado, uma empresa no bairro Jardim Itália, os investigadores de polícia apreenderam equipamentos e computadores com links, os quais foram entregues à Politec para serem periciados.

No interior de Mato Grosso, os policiais civis também prenderam em flagrante duas pessoas, nas buscas e apreensões. Tanto na cidade de Nova Olímpia quanto em Colíder, foram apreendidos materiais contendo imagens e arquivos de crimes de pedofilia. Todo material apreendido será periciado.


Autor: Redação AMZ Noticias


Comentários
O Norte Araguaia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Norte Araguaia e um meio de comunicacao de propriedade da AMZ Ltda.
Para reproduzir as materias e necessario apenas dar credito a Central AMZ de Noticias