Quarta-Feira, 13 de Novembro de 2019

Lei pode obrigar São Félix do Araguaia a instalar eliminadores de ar em tubulações de água




COMPARTILHE

Deve se tornar pauta do Legislativo, na próxima sessão, a instalação de eliminadores de ar em tubulações da rede de distribuição de água, em São Félix do Araguaia.

O vereador Antonio Miranda (PP) confirmou a nossa reportagem propor o projeto que determina a obrigatoriedade ao Departamento de Água e Esgoto em instalar ou permitir a instalação do dispositivo em cada imóvel. Em Bom Jardim de Goiás (GO), a quase 700 km, texto semelhante deve ser submetido a votação na Câmara, na próxima segunda-feira (1/4).

O objetivo do equipamento é eliminar o ar das tubulações da rede antes que ele passe pelo hidrômetro e seja lido como se fosse água. Estima-se que de 20% a 30% do valor da conta do consumidor seja proveniente de cálculo de ar. Isso ocorre porque, eventualmente, para efetuar manutenções ou por motivos de crise hídrica, a empresa precisa fazer o esgotamento parcial ou total das tubulações. Para a rede voltar a operacionar, é necessário pressão oriunda da aplicação de ar comprimido.

O dispositivo é colocado na tubulação, de modo a bloquear o ar expelido pela rede para que não chegue ao leitor. Além de evitar disparo na conta de água, o eliminador também prolonga a vida útil do hidrômetro, que gira em alta velocidade quando em contato com a pressão do ar. 

Conforme o projeto de Antonio Miranda, o equipamento e a instalação serão custeadas pelo consumidor. O Departamento de Água e Esgoto é obrigado a permitir a intervenção. Estão autorizadas a instalar o dispositivo, a entidade e as empresas que o comercializam. O projeto deve entrar na pauta da sessão legislativa do dia 12 de abril.

Em Bom Jardim de Goiás, um projeto semelhante, de autoria do vereador Dalberto Pereira dos Santos, conhecido como Baianinho da Rodoviária (DEM), deve ser votado já na próxima segunda. A diferença entre os textos é que, no município goiano, quem arca com as despesas de aquisição e instalação do eliminador de ar é a concessionária. 

A ideia tem se espalhado e outros municípios pelo Brasil já aderiram a ela. Na Câmara dos Deputados, foi arquivado um projeto que permite ao consumidor de todo o país a instalação provisória ou definitiva do dispositivo. O texto, de autoria do ex-deputado César Halum (PRB), tramitou durante quatro anos na Casa e recentemente teve o pedido de desarquivamento não reconhecido pela Mesa Diretora.


Autor: AMZ Noticias com Semana 7


Comentários
O Norte Araguaia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Norte Araguaia Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito ao Norte Araguaia