Quarta-Feira, 23 de Outubro de 2019

Hospital Regional de Marabá já realizou mais de 136 mil atendimentos no 1º trimestre de 2019




COMPARTILHE

Referência no atendimento de neurocirurgia, traumatologia, ortopedia e cirurgia geral, o Hospital Regional do Sudeste do Pará - Dr. Geraldo Veloso (HRSP), em Marabá, realizou 136.787 atendimentos no primeiro trimestre de 2019. O número representa um aumento de 6% em comparação com o mesmo período do ano passado, quando foram registrados 128.398 acolhimentos.

Ao todo, foram realizados 90.140 exames, 37.629 atendimentos multiprofissionais, 7.423 consultas ambulatoriais, 896 internações e 699 cirurgias nos primeiros meses deste ano. A unidade de saúde, administrada pela Pró-Saúde Associação Beneficente de Assistência Social e Hospitalar, sob contrato de gestão com a Secretaria Estadual de Saúde do Pará (Sespa), também tem avançado em relação à segurança e à humanização no atendimento ao paciente.

De janeiro a março, a média de satisfação dos usuários do Hospital foi de 96,5%. O índice é medido diariamente pelo Serviço de Atendimento ao Usuário (SAU), que funciona como uma ouvidoria do SUS dentro do Hospital Regional de Marabá. Se baseia na opinião de pacientes e acompanhantes quanto à atenção dos profissionais, instalações físicas, orientações sobre procedimentos, qualidade da alimentação fornecida pela unidade e o tempo de atendimento.

A pesquisa é feita nas Unidades de Internação, Acolhimento, Ambulatório e Serviço de Apoio Diagnóstico e Terapêutico. César Mateus Aquino, 20 anos, ficou internado no HRSP e recebeu os cuidados da equipe multiprofissional depois de um acidente de trânsito, onde foi parar debaixo de um ônibus em um acidente no município de Parauapebas.

"Se hoje estou de pé é por causa do cuidado que recebi no Hospital. Por isso, toda a equipe ficará guardada no meu coração para sempre", disse. Em um dos retornos ambulatoriais, César fez questão de voltar à Clínica Cirúrgica para agradecer aos profissionais. "Logo que sofri o acidente, o meu maior medo foi não poder mais tocar guitarra na igreja. Na verdade, pensei que teria que amputar o braço. Mas, felizmente, hoje estou bem", complementa.

O alto índice de satisfação é resultado do compromisso dos mais de 600 profissionais que atuam com foco na segurança do paciente e na qualidade do atendimento. A equipe participa de treinamentos contínuos, interage em comissões específicas e é auditada anualmente a fim de melhorar os processos internos.

Ao mesmo tempo, usuários e acompanhantes são estimulados a participar dos cuidados da assistência e orientados sobre as precauções que todos podem – e devem – tomar para tornar o ambiente hospitalar cada vez mais seguro. Até os pacientes ambulatoriais, que vêm à Unidade apenas para consultas e exames, são envolvidos nessas ações.

Certificação – Desde 2013, para reconhecer o compromisso dos profissionais na prestação de uma assistência segura, qualificada e humanizada, o Hospital Regional de Marabá desenvolve o projeto "Elogiados", que busca homenagear os colaboradores mais citados por usuários, visitantes e acompanhantes. No final do mês de março, 28 colaboradores foram os mais elogiados de 2018 e receberam um certificado em agradecimento ao trabalho e dedicação. No ano passado, a instituição recebeu um total de 756 elogios, todos registrados voluntariamente no SAU.

"A gente fica muito feliz, porque este é um reconhecimento dos usuários e da própria Instituição. Eu gosto do que faço. Para mim é um privilégio poder cuidar das pessoas em um dos momentos mais delicados da vida delas", contou Marcos Ramos, que foi certificado pela primeira vez e atua como maqueiro há pouco mais de um ano no hospital.

De acordo com o diretor hospitalar, Valdemir Girato, a certificação reforça a importância do comprometimento dos profissionais no restabelecimento da saúde dos usuários. "Diariamente, os colaboradores se unem para cuidar de vidas. Então, a premiação reconhece a contribuição de cada um na melhoria da qualidade de vida na região. É importante frisar que, ainda que a homenagem seja restrita a um número de profissionais, temos a certeza de que esse resultado não é apenas destes, mas de todos que fazem parte da Instituição", afirmou o gestor.

A Unidade – O HRSP tem 115 leitos, sendo 77 de Unidades de Internação e 38 de Unidades de Terapia Intensiva. Possui perfil cirúrgico e habilitação em Traumato-ortopedia pelo Ministério da Saúde, oferecendo atendimento gratuito nas especialidades de Cardiologia, Cirurgia Buco-maxilo-facial,Cirurgia Plástica Reparadora, Cirurgia Pediátrica, Cirurgia Geral, Cirurgia Vascular, Clínica Médica, Fisioterapia, Infectologia, Medicina Intensiva adulto, pediátrica e neonatal, Nutrição, Obstetrícia de Alto Risco, Oftalmologia, Otorrinolaringologia, Urologia, Neurocirurgia, Terapia Ocupacional, Traumato-ortopedia, Nefrologia e Anestesiologia. 


Autor: AMZ Noticias com Aretha Fernandes


Comentários
O Norte Araguaia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Norte Araguaia Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito ao Norte Araguaia