Sexta-Feira, 24 de Maio de 2019

Clima favorece a produção de milho, e volume pode ser 2º maior da história de Mato Grosso




COMPARTILHE

O milho safrinha 2019 já garantiu recorde de área plantada na safra 2018/19. A produção na mesma proporção ainda depende do comportamento do clima, que até o momento vem favorecendo a cultura, em plena fase de desenvolvimento.

Dados atualizados pelo Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária (Imea) – em sua terceira revisão – já apontam para o segundo melhor ciclo da série histórica do Estado, com estimativa de 29,3 milhões de toneladas (t).

Como destacam os analistas do Imea, a nova estimativa de safra traz revisão positiva para área plantada, produtividade por hectare e produção total. Em relação à área, foram estimados 4,74 milhões de hectares, 2,6% acima dos que foi cultivado no ano passado, 4,61 milhões. A expansão espacial foi motivada, principalmente, pelo adiantamento nos trabalhos de campo em todo o período da semeadura.

“Em grande parte das regiões tem sido reportado um desenvolvimento satisfatório das lavouras, em vista do bom regime de chuvas e pelo fato de que 95,80% das áreas foram cultivadas até o final de fevereiro, considerada a janela ideal de semeadura do cereal no Estado”, explicam os analistas. Considerando essa realidade no campo, a produtividade também apresentou um reajuste positivo de 0,98%, passando a ser prevista em 103,23 sc/há, volume que se confirmado, também será o segundo maior já registrado na safrinha do cereal.

Nessa equação de área ampliada e de produtividade em ascensão, o novo relatório estima uma produção de 29,37 milhões de toneladas, o que representa um crescimento anual de 6,46%, sobre as 27,58 milhões t. O melhor momento do milho safrinha no Estado foi no ciclo 2016/17 quando 30,45 milhões t foram ofertadas no mercado.

“Cabe salientar que o comportamento climático daqui para frente ainda será determinante para a consolidação dos rendimentos e projeção de novos cenários”, pontuam os analistas.

SEGUE ADIANTADA: Durante o mês de março, a comercialização do milho em Mato Grosso da 2017/18 avançou 0,54%, alcançando 99,82% da produção vendida. Os negócios continuam sendo pontuais, com a demanda concentrada para o consumo do mercado interno, fechando o mês a um preço médio comercializado de R$ 23,98/sc.  Já para a safra 2018/19, a comercialização do milho avançou 5,56 p.p. no último mês e já apresenta 58,46% da produção negociada.

“As vendas foram pautadas, sobretudo, nos períodos de valorização das cotações do cereal na bolsa de Chicago e do dólar no último mês, que colaboraram para a fluidez nos negócios destinados ao mercado externo. Com isso, grande parte das praças apresentou recuperação no preço médio comercializado, fechando as vendas do mês de março a uma média de R$ 20,41/sc. Dessa forma, os melhores preços ofertados na safra 2018/19 continuam possibilitando que as vendas se mantenham acima da média dos últimos cinco anos”.


Autor: AMZ Noticias com Diário de Cuiabá


Comentários

Notice: Undefined index: envio in /home/norteara/public_html/noticia.php on line 212
O Norte Araguaia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Norte Araguaia Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito ao Norte Araguaia