Sábado, 11 de Julho de 2020

Aliados no estado, MDB e DEM caminham em direções opostas para eleições municipais




COMPARTILHE

Antes aliados, o MDB de Emanuel Pinheiro e o DEM de Mauro Mendes caminham em direções cada vez mais opostas. Enquanto no MDB o discurso tem sido de amizade, o DEM fez questão de esclarecer a situação e afirmar, por meio de nota, que não irá apoiar Emanuel em uma possível reeleição.

O clima entre os dois partidos já não andava ameno, pois Mauro Mendes não vai a inaugurações e nem compareceu ao aniversário da Capital, que é governada por Pinheiro. No entanto, os dois lados mantinham o discurso de bom relacionamento e que nada atrapalharia o desenvolvimento de Cuiabá. Mas, a nova postura, revelada na segunda-feira (17), é que Pinheiro não faz partes dos planos do DEM.

Durante a manhã o prefeito disse na inauguração do residencial Nico Baracat que a união de forças entre os dois partidos “é um caminho natural para quem ama Cuiabá, quem quer melhorar a nossa cidade, unir forças e buscar o melhor”. Emanuel ainda citou o bom relacionamento com Jayme e Júlio Campos, assim como a amizade com o deputado Eduardo Botelho e a “ótima relação” com Mendes para confirmar que as questões estavam resolvidas entre os dois partidos.

No entanto, por causa da declaração do prefeito, o presidente estadual do DEM, Fábio Garcia, enviou uma nota onde afirma que “não é nada natural o apoio do Democratas à reeleição do prefeito Emanuel Pinheiro”. O ex-deputado também afirma no documento que defende que o “DEM apresente um novo projeto para Cuiabá”, pois “os cuiabanos merecem um prefeito muito melhor para administrar a nossa cidade”.


Autor: AMZ Noticias com Gazeta Digital


Comentários
O Norte Araguaia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Norte Araguaia e um meio de comunicacao de propriedade da AMZ Ltda.
Para reproduzir as materias e necessario apenas dar credito a Central AMZ de Noticias