Quarta-Feira, 23 de Setembro de 2020

Filho de amiga é preso suspeito de participar do latrocínio de servidora em Várzea Grande




COMPARTILHE

O quarto suspeito investigado na morte da servidora municipal de Várzea Grande, Sandra Regina de Siqueira Travaína, 48 anos, ocorrido na madrugada do dia 2 de julho, foi preso ontem pela manhã (12), nas proximidades do local onde a vítima foi morta, após uma tentativa de roubo a casa dela, por haver informações da existência de joias e dinheiro.

Detido em hotel, William Neto Leite é conhecido de Sandra Regina, filho de uma amiga da vítima. Um quinto suspeito teve a prisão decretada e a polícia esperava prendê-lo nas próximas horas. Os suspeitos estão indiciados por latrocínio consumado e associação criminosa.

De acordo com a Polícia Civil, William Neto planejou e passou informações privilegiadas da rotina e dos bens, algo em torno de R$ 40 mil em ouro e R$ 80 mil em dinheiro, que a vítima teria dentro da residência aos comparsas executores. A polícia afirmou que ele era considerado da família e se identificava como sobrinho da servidora pública. Os parentes de Sandra Regina ficaram abalados com a participação do rapaz no crime.

A PC informou ainda que o rapaz tem passagens por roubo majorado e receptação e é considerado um criminoso frio e contumaz na prática de delitos. A delegada Elaine Fernandes da Silva reforçou ainda que o prazo da conclusão do inquérito vence nesta sexta-feira e ainda apura um quinto suspeito de ter auxiliado na logística e transporte dos criminosos até o local e suporte na fuga.

Os outros presos, os três executores do latrocínio, são André Luiz Gomes, 20 anos, conhecido por "Neguinho", Jordão Rodrigues Neto, e Maikon Douglas Alves dos Santos, o “Sujeirinha”. André Luiz foi preso em Cáceres no dia 7 de julho. Jordão Rodrigues se apresentou na delegacia no dia 9, e Maikon Douglas dos Santos se entregou no dia seguinte, 10 de julho, alegando estar mais seguro preso.

O crime ocorreu no bairro Nova Várzea Grande. Logo após, os policiais da Derf identificaram que André Luiz tinha fugido para Cáceres. A confirmação se deu com apoio do Núcleo de Inteligência de Primavera do Leste e assessoramento da Diretoria de Inteligência. Assim, os investigadores se deslocaram para Cáceres e o prenderam em flagrante.

Em interrogatório prestado à delegada Elaine Fernandes, ele confessou que atirou na servidora, após se assustar por ela ter buzinado, ao ser abordada no veículo chegando em sua residência. No depoimento, André Luiz afirmou que Maikon Douglas planejou e coordenou o assalto. Segundo o preso, o grupo tinha informações de que na casa da servidora havia dinheiro e joias. Ele afirmou que a intenção era apenas roubar e somente atirou porque ela buzinou alertando o marido que estava dentro do imóvel.

A Polícia Civil também apurou que o grupo sabia da rotina da família e ficou aguardando a oportunidade de enquadrar as vítimas, dentro de uma casa desocupada, que fica em frente à residência da vítima. “Primeiro, eles iam abordar o marido da vítima, mas havia um motociclista na rua e não quiseram despertar atenção. Então, decidiram aguardar a mulher, que naquele dia demorou muito a chegar em casa”, informou a polícia.

Familiares contaram que a servidora tinha o hábito de buzinar ao se aproximar de casa, como forma de avisar a todos de sua chegada. No dia do crime, por volta das 21 horas, ela se aproximou com o carro, e o suspeito colocou a arma no vidro ordenando que descesse do veículo, mas a motorista se assustou e buzinou alto, fazendo com que ele se assustasse e atirasse uma única vez. Após, o trio saiu correndo a pé até um matagal. André Luiz aparece em imagens usando uma camiseta vermelha e nitidamente percebe-se que ele manca, em razão de um tiro que sofreu durante uma situação em 2012. 


Autor: Redação AMZ Noticias


Comentários
O Norte Araguaia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Norte Araguaia e um meio de comunicacao de propriedade da AMZ Ltda.
Para reproduzir as materias e necessario apenas dar credito a Central AMZ de Noticias