Sábado, 19 de Outubro de 2019

Cidades de Mato Grosso já registraram 109 mortes por câncer de mama em 2019




COMPARTILHE

Apenas em 2019, 102 mulheres foram mortas pelo câncer de mama em Mato Grosso. Entre os tumores, este é o que mais acomete mulheres no estado, seguido pelo câncer de colo de útero, segundo o Instituto Nacional de Câncer (Inca). 

Apesar de grave, quando descoberto no começo, esse tipo de câncer tem 98% de chance de cura e o tratamento não tem tantos efeitos colaterais. Em 2018, foram descobertos 680 casos em Mato Grosso e 220 em Cuiabá.

Conforme pontua a médica radiologista especialista em diagnóstico mamário, Ritamaris de Arruda Regis, os casos de morte acontecem apenas quando são descobertos em fases mais avançadas.  

"Quando o câncer é descoberto em uma fase inicial a chance de cura é de 98%, altíssima. O tratamento em fase inicial é totalmente outro. A paciente só faz a retirada da região, não precisa retirar a mama toda, não precisa mutilar a mulher tanto assim. Muitas vezes não precisa fazer a quimioterapia, somente a radioterapia, que não cai cabelo", explica.  

Já no caso em que a doença é diagnosticada em estágio avançado, a cura depende de diversos fatores, como tamanho do tumor e sua agressividade. Para a detecção do câncer em estágio inicial, a médica recomenda que as mulheres façam consultas ginecológicas anualmente. A partir da menstruação, todas as mulheres podem começar  a fazer o autoexame. Caso encontre qualquer nódulo, mancha, sinal ou sintoma suspeito, é necessário uma investigação mais aprofundada. Isso não indica, contudo, que o problema seja necessariamente um câncer.

Por isso, outros exames como a mamografia, ultrassom do seio e ressonância magnética podem detectar possíveis tumores. "A Sociedade Brasileira de Mastologia recomenda a mamografia anual após os 40 anos, sem sentir nada. Mas, quando já tem histórico familiar, de mãe, tia, irmã, parente, então a faixa etária recomendada começa ser a partir dos 30 anos", afirma. Ainda como pontuou a médica, houve um aumento significativo dos casos nos últimos anos. Isto pode ser atribuído a fatores genéticos, hereditários, hormonais e até mesmo de alimentação. Por isso, destacou a importância da prevenção.    

Outubro Rosa - No outubro rosa, mês de conscientização sobre a prevenção e diagnóstico precoce do câncer de mama, a Associação de Apoio a Pessoas em Tratamento e Pós-tratamento do Câncer de Mama em Mato Grosso (MTmamma), organizou uma agenda com eventos em prol da campanha. A abertura será no dia 6 de outubro, domingo, quando a Orquestra Sinfônica da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) apresentará um concerto no Parque das Águas, em Cuiabá, a partir das 19h. Já no dia 11 de outubro, o cantor Almir Sater irá apresentar um show no Centro de Eventos do Pantanal e parte da renda angariada será destinada para a construção da sede própria da associação. 


Autor: AMZ Noticias com Assessoria


Comentários
O Norte Araguaia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Norte Araguaia Para reproduzir as matérias é necessário apenas dar crédito ao Norte Araguaia