Quinta-Feira, 23 de Janeiro de 2020

Fazendeiro de Mato Grosso é preso por maus-tratos contra bois, 10 morreram de fome




COMPARTILHE

Um produtor rural foi foi autuado por maus-tratos aos animais, após agentes do Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso (Indea), localizarem 20 bois em estado de desnutrição e outros 10 já mortos em uma fazenda em Juara, a 690 km de Cuiabá.

Segundo o médico veterinário do Indea, Francisco Valtênio Sales, a situação ocorreu na terça-feira (1º), quando policiais militares faziam rondas e viram alguns animais caídos em uma estrada perto da fazenda.

O dono dos animais alegou ao Indea que, por conta da seca, não achava mais pastos disponíveis para o gado se alimentar.  Peões eram responsáveis por tocar a boiada de uma propriedade para outra, onde havia pastagem para os bois se alimentarem.

“O produtor não deu alimentação suficiente e a situação agravou-se pelo período da seca. Ele transportava o gado, a pé, de uma fazenda para outra e alguns animais morreram no trajeto. Outros estavam fracos e não conseguiram prossegui Não seria a primeira vez que o produtor teria sido alvo de denúncias do tipo. A propriedade dele já tinha sido vistoriada e ele foi alertado para dar o tratamento e a alimentação corretos aos animais.

 “Esse ano a seca foi muito atípica. Vimos diversas situações de produtores com dificuldades, mas em uma situação crítica como essa, foi a única. Ele foi advertido e terá que cuidar dos animais”, completou.  O Ministério Público Estadual (MPE) foi comunicado sobre o caso. O produtor ainda terá que ir até o Indea para dar esclarecimentos ao órgão.


Autor: Redação AMZ Noticias


Comentários
O Norte Araguaia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Norte Araguaia e um meio de comunicacao de propriedade da AMZ Ltda.
Para reproduzir as materias e necessario apenas dar credito a Central AMZ de Noticias