Segunda-Feira, 30 de Marco de 2020

Polícia prende suspeito de torturar e matar ex-companheira em Água Azul do Norte




COMPARTILHE

A Polícia Civil do Pará cumpriu um mandado de prisão temporário de suspeito de feminicídio nesta quinta-feira (27), em Água Azul, sudeste do estado. A prisão foi feita durante a operação Casos Arquivados.

O inquérito policial do caso, instaurado em 2017 para apurar as circunstâncias da morte de Poliana dos Santos, foi arquivado na época por não ter sido identificada a autoria. A vítima foi morta com 11 golpes de faca e indícios de tortura.

O caso foi reaberto após o investigado começar a ameaçar a atual companheira e relatar em um áudio o fato ocorrido em Água Azul do Norte, em 2017. "Tu não é capaz de ver o que eu já fiz com uma pessoa, a pessoa morrendo, chorando, implorando e eu arrancando os pedaços dela, eu matando ela cortando os pedaços de pouquinho", disse o suspeito em um áudio enviado para a atual companheira em uma rede social.

Ao ter conhecimento do conteúdo, as investigações do crime foram retomadas pela Polícia Civil e a Justiça decretou a prisão preventiva do suspeito. Segundo a Polícia, o investigado possuía um filho de três anos de idade com a vítima. O caso segue sendo investigado. 


Autor: AMZ Noticias com G1


Comentários
O Norte Araguaia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Norte Araguaia e um meio de comunicacao de propriedade da AMZ Ltda.
Para reproduzir as materias e necessario apenas dar credito a Central AMZ de Noticias