Sexta-Feira, 10 de Julho de 2020

Médicos do Tocantins pedem reforço de órgãos para manter isolamento frente ao Covid-19




COMPARTILHE

O Sindicato dos Médicos no Estado do Tocantins (Simed-TO) emitiu nota neste sábado, 28, em que pede o isolamento social e pede reforço dos órgãos públicos para manter medida. “Os órgãos públicos, o setor privado e a sociedade devem empregar todos os esforços para garantir o isolamento social como principal medida de enfrentamento à pandemia do coronavírus”, defendeu a nota.

A entidade disse que o isolamento é “reconhecido pelas autoridades públicas do mundo inteiro como o mais importante e mais eficiente mecanismo social para baixar a curva de infectados”.

O Simed defende a importância de manter o distanciamento entre as pessoas antes do auge da doença no país, previsto para o mês de abril e maio, para preservar o mais importante bem, a vida humana, e evitar impactos mais drásticos ainda no fragilíssimo sistema de saúde do Tocantins”, afirmou a nota.

O Simed pediu “o reforço das autoridades públicas nas medidas que prorroguem o isolamento social e solicita algumas garantias que devem vigorar”. Confira a íntegra da nota: do “Sindicato dos Médicos defende isolamento social e pede reforço dos órgãos públicos para manter medida

O Sindicato dos Médicos no Estado do Tocantins (SIMED-TO) externa o entendimento de que os órgãos públicos, o setor privado e a sociedade devem empregar todos os esforços para garantir o isolamento social como principal medida de enfrentamento à pandemia do coronavírus.

Reconhecido pelas autoridades públicas do mundo inteiro como o mais importante e mais eficiente mecanismo social para baixar a curva de infectados, o SIMED defende a importância de manter o distanciamento entre as pessoas antes do auge da doença no país, previsto para o mês de abril e maio, para preservar o mais importante bem, a vida humana, e evitar impactos mais drásticos ainda no fragilíssimo sistema de saúde do Tocantins.

O SIMED pede o reforço das autoridades públicas nas medidas que prorroguem o isolamento social e solicita algumas garantias que devem vigorar, a exemplo da manutenção dos serviços essenciais em funcionamento, com as devidas proteções ao consumidor e aos trabalhadores destes serviços, e de que não faltarão os equipamentos de proteção individuais para cada profissional da saúde que está na linha de frente, diariamente, nesse árduo e necessário enfrentamento.

Como medida suplementar de resguardo da saúde e da vida de cada profissional, cada dia mais crucial nesse enfrentamento, a entidade sugere que as autoridades adotem as medidas necessárias para também criar condições de isolamento social de cada profissional, próximo às unidades de saúde ondem atuem, para evitar que eles voltem para suas casas durante a pandemia e coloquem em risco seus familiares.

Para isso, solicitamos que seja estudada a possibilidade de locação de locais que possam abrigar os profissionais durante os revezamentos das escalas de trabalho sem que tenham de expor familiares ao risco do contágio avassalador do SARS-Covid2. - Janice Painkow


Autor: Redação AMZ Noticias


Comentários
O Norte Araguaia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Norte Araguaia e um meio de comunicacao de propriedade da AMZ Ltda.
Para reproduzir as materias e necessario apenas dar credito a Central AMZ de Noticias