Sábado, 24 de Outubro de 2020

Caminhoneiros bloqueiam rodovia do Tocantins ligada ao terminal da ferrovia Norte-Sul




COMPARTILHE

Caminhoneiros bloquearam a TO-335 entre Colinas do Tocantins e Palmeirante, na região norte do estado, na manhã desta quarta-feira (22). O protesto começou após um caminhão quebrar ao passar por uma cratera na pista. A situação do trecho não é novidade e foi bloqueada há exatamente um ano, em abril de 2019, pelos mesmos problemas.

Segundo o governo do estado, a Polícia Militar liberou meia pista para o tráfego ainda durante a manhã. A rodovia é de grande importância para escoação de grãos, pois dá acesso a um terminal de carga da ferrovia Norte-Sul. Motoristas que passaram pelo local durante a manhã fizeram imagens de uma grande fila de caminhões parados.

 Em 2019, a rodovia só foi desbloqueada após a empresa que detém a concessão da ferrovia conseguir uma liminar na Justiça. Naquela ocasião a Agência Tocantinense de Transportes e Obras (Ageto) afirmou que tinha equipes fazendo a manutenção do trecho.

Nesta quarta-feira (22), após o novo bloqueio, a Ageto voltou a afirmar que está atuando no trecho da TO-335 entre Palmeirante e Colinas. “O alto índice pluviométrico registrado na região, aliado ao grande tráfego pesado, tem dificultado os trabalhos na estrada, mas as equipes continuam no local realizando melhorias em pontos críticos”, diz nota da Ageto.

Ainda segundo a Agência o trecho vem sendo monitorado e não há danos em bueiros, galerias ou pontes. Informou ainda que foi finalizado o projeto para reconstrução da via e as equipes técnicas trabalham na captação de recursos para realização das obras.

"A cada safra a estrada é impactada pelo tráfego de cerca de 10 mil caminhões bitrem carregados com grãos, por isso o projeto prevê a adaptação para receber o grande fluxo de tráfego pesado gerado pelo Terminal Integrador da Ferrovia Norte Sul de Palmeirante. À época de sua construção, o projeto da rodovia não vislumbrou a incidência de tráfego pesado no local", diz o estado.


Autor: AMZ Noticias com G1


Comentários
O Norte Araguaia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Norte Araguaia e um meio de comunicacao de propriedade da AMZ Ltda.
Para reproduzir as materias e necessario apenas dar credito a Central AMZ de Noticias