Sexta-Feira, 10 de Julho de 2020

Vila Rica e Confresa devem receber quase 19 milhões de reais para enfrentar o coronavírus




COMPARTILHE

As duas maiores cidades da região Norte Araguaia de Mato Grosso, devem receber juntas, quase 19 milhões de reais da União para enfrentamento ao coronavírus, segundo os dados do Senado Federal, a cidade de Vila Rica vai receber R$ 8,5 milhões e Confresa R$ 10,1 milhões.

De acordo com os dados, os 141 municípios de Mato Grosso vão receber juntos R$ 1,1 bilhão do governo federal como medida de socorro para amenizar a queda de receitas por causa da pandemia do coronavírus.

O projeto deve ser aprovado neste sábado pelos senadores. Depois, precisa ser encaminhado à Câmara dos Deputados. Se for aprovado sem alterações, o texto pode ser sancionado na próxima semana para que os recursos cheguem aos governos locais entre 15 e 20 de maio.

De acordo comà tabela do Programa Federativo de Enfrentamento ao Coronavírus, que foi definida na ultima quinta, serão distribuidos R$ 60 bilhões para todo país, R$ 10 bilhões exclusivos para aplicação em saúde. O restante será livre para aplicação: R$ 25 bilhões para estados e R$ 25 bilhões para municípios. O critério de divisão leva em conta fatores como queda do ICMS, população e cota de participação no Fundo de Participação de Estados e Municípios.

Dos 141 municípios de Mato Grosso, a capital Cuiabá vai "abocanhar" a maior fatia: R$ 200,3 milhões. Depois vêm Várzea Grande (R$ 93 milhões), Rondonópolis (R$ 76 milhões), Sinop (R$ 46 milhões), Tangará da Serra (R$ 33,9 milhões), Primavera do Leste (R$ 20 milhões) e Barra do Garças (R$ 19,9 milhões).



Autor: AMZ Noticias com RDNews


Comentários
O Norte Araguaia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Norte Araguaia e um meio de comunicacao de propriedade da AMZ Ltda.
Para reproduzir as materias e necessario apenas dar credito a Central AMZ de Noticias