Terca-Feira, 11 de Agosto de 2020

Ataque de pulgões prejudica desenvolvimento de lavoura de melancia de Canarana




COMPARTILHE

Além da produção de soja, milho e, mais recentemente do gergelim, Canarana – MT também se destaca há vários anos pela produção de melancia. Em 2020, conforme levantamentos da Secretaria de Agricultura do município foram plantados 80 hectares da cultura. Porém, tem produtor local que aponta quebra na produção, tendo em vista o ataque de pulgões em sua lavoura.

Anderson da Silva é produtor de melancia há 7 anos, mas pertence a uma família que já produz melancia há mais de 30 anos em Canarana. O produtor cultiva 15 hectares da fruta e iniciou o plantio na primeira quinzena de maio. Contudo, ainda no mês de junho, começou a identificar que as plantas estavam sofrendo com alguma praga, visto que não se desenvolviam conforme o esperado.

“Travou a planta e ela não desenvolve. Vai atrasar um pouco mais o tempo de produzir. Causou uma virose, adoeceu a planta e ela ficou mais fraca”, conta Anderson. “A média sempre é de 40 a 45 toneladas por hectares. Visivelmente vai ter queda de produtividade, mas não sabemos quanto, pois atualmente a fruta está do tamanho de uma laranja”, acrescenta.

Em busca de entender o problema, Anderson enviou amostras de seu cultivo para que fossem analisados por especialistas da Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária), em Brasília. “A informação que nós temos, é que foi identificado que é o pulgão, mas não sabemos de onde veio”, disse. O produtor conta que uma segunda amostra foi enviada para análise.

O caso é isolado e não foi relatado por outros produtores da fruta na região. Anderson conta que amostras de plantas de gergelim, de uma lavoura vizinha, também foram enviadas para análise, para saber se há alguma relação entre as culturas com a praga ou se houve uma migração do pulgão. “A gente não pode falar que foi o gergelim, porque não tem nada concreto”, relatou.


Autor: AMZ Noticias com AGRNoticias


Comentários
O Norte Araguaia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Norte Araguaia e um meio de comunicacao de propriedade da AMZ Ltda.
Para reproduzir as materias e necessario apenas dar credito a Central AMZ de Noticias