Domingo, 09 de Agosto de 2020

Equatorial Pará lança cartilha e educativa e aplicativo para conscientizar sobre o uso de pipas




COMPARTILHE

Uma cartilha educativa pretende conscientizar os paraenses sobre o perigo das pipas. A ação é promovida pela Equatorial Energia em diversos municípios do Pará e vai unir informação e diversão para crianças e adolescentes de cidades do Pará.

Empinar pipas próximo à rede elétrica pode causar graves acidentes, além do risco de choque. Nos primeiros meses do ano, o Pará registrou mais de três mil casos de falta de energia motivados por pipas em contato com a rede elétrica.

Um dos itens do projeto é a cartilha educativa, que será entregue nas cidades que receberão o projeto. O aplicativo fala sobre o mundo das pipas, papagaios, curicas e rabiolas, com a historicidade do brinquedo e um questionário com perguntas para quem entende deste universo.

A primeira parada das ações do projeto foi no último final de semana, em Abaetetuba, nordeste paraense. Foram distribuídas mais de 700 cartilhas. O Projeto Pipas ainda percorrerá os municípios de Ananindeua, Benevides, Belém e Marituba, Castanhal, Santa Izabel, Tucuruí, Bragança, Mocajuba, Augusto Corrêa, Marabá e Santarém.

Jogos - Para contemplar todos os ambientes aos quais permeiam a realidade de muitos jovens, o Projeto disponibiliza, também, o aplicativo Mestre das Pipas, que revelará, por meio de games de perguntas, os mais conhecedores sobre a brincadeira e sobre os cuidados a serem tomados.

O jogo está disponível para o sistema operacional android. Cada nível é composto por 10 perguntas de múltipla escolha. Para cada resposta certa, o jogador recebe cinco pontos e para cada errada perde dois. De acordo com a pontuação, poderá ganhar moedas que melhoram a colocação no ranking geral. Os participantes também poderão duelar simultaneamente, de forma online.

"Queremos que as pessoas entendam o melhor lugar para que a brincadeira ocorra com segurança e respeito por todos. Não queremos parar a brincadeira, mas informar para que seja realizada, sempre, em local apropriado", afirma Alex Fernandes, executivo de Segurança da Equatorial Pará.


Autor: AMZ Noticias com Assessoria


Comentários
O Norte Araguaia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Norte Araguaia e um meio de comunicacao de propriedade da AMZ Ltda.
Para reproduzir as materias e necessario apenas dar credito a Central AMZ de Noticias