Domingo, 09 de Agosto de 2020

Helder Barbalho defende integração e celeridade entre órgãos estaduais e federais para políticas ambientais




COMPARTILHE

Integrar para desburocratizar os serviços prestados pelos órgãos federais e estaduais em temas como regularização fundiária, qualificação dos produtores e acesso a linhas de crédito.

Estes foram os pleitos apresentados pelo governador Helder Barbalho, na tarde desta terça-feira (21), durante reunião por videoconferência com o vice-presidente da República, general Hamilton Mourão, e governadores dos Estados da Amazônia Legal (Acre, Amapá, Amazonas, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima, Tocantins e Maranhão).

“O grande desafio é garantir que os órgãos federais possam trabalhar junto com os estaduais. Não vamos conseguir fazer regularização fundiária se o Incra (Instituto Nacional da Colonização e Reforma Agrária) não estiver em sinergia com o Estado”, disse o governador.

Helder Barbalho voltou a defender a importância de Estados, municípios e União irem além das ações repressivas para combater as queimadas, desmatamentos, garimpos ilegais e demais crimes ambientais. Ele ressaltou ainda a importância da Amazônia Legal avançar em políticas públicas já debatidas pelos Estados com a União, que permitam qualificar produtores amazônicos com técnicas modernas e sustentáveis e que beneficiem a produção sem prejudicar o meio ambiente.

 “O fortalecimento da Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária) é a autorização e orientação para que ela possa trabalhar com os institutos e empresas de tecnologia. O desafio é complexo. Se ficarmos apenas com a Emater (Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado), vamos alcançar um número menor de produtores que podem ser beneficiados", reforçou.

O governador ressaltou, ainda, que a intensificação do poder público nestas regiões vai evitar conflitos e produzir resultados que irão beneficiar o meio ambiente e a cidadania. “Cobrar obrigações e oferecer serviços e direitos para que possam cumprir com seus deveres”, completou.

Ao final da videoconferência, o vice-presidente reconheceu a legitimidade do pleito apresentado pelo governador e informou que fará articulação interna no governo federal para viabilizar a proposta. “É importante que esses órgãos tenham integração permanente e que um conheça o outro, fale a mesma linguagem e trabalhe em conjunto. Esse é um passo que precisa ser dado”, concordou Mourão.


Autor: AMZ Noticias com Leonardo Nunes


Comentários
O Norte Araguaia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Norte Araguaia e um meio de comunicacao de propriedade da AMZ Ltda.
Para reproduzir as materias e necessario apenas dar credito a Central AMZ de Noticias