Quinta-Feira, 26 de Novembro de 2020

Mulheres chegam ao comando de 15 dos 141 municípios de Mato Grosso, 5 deles no Araguaia




COMPARTILHE

15 das 48 mulheres que disputaram as prefeituras em Mato Grosso nas eleições de 15 de novembro foram eleitas. Elas representam apenas 10% dos 141 municípios e nenhuma delas disputou em cidades polo do agronegócio. Na eleição anterior, das 52 candidatas, 18 venceram.

Das 15 eleitas 05 delas são da região Araguaia, Marilda Sperandio (DEM) foi eleita prefeita de Alto Taquari, Jo Soares de Sousa (PSD) foi eleita prefeita de Santa Cruz do Xingu, Inês Coelho, do DEM, teve a maior votação em Torixoréu, outras duas foram reeleitas, sendo elas a advogada Janailza Taveira Leite (Solidariedade) em São Félix do Araguaia e Luzia Nunes Brandão (Solidariedade) em Ribeirão Cascalheira.

O número de candidaturas de mulheres nas eleições municipais deste ano aumentou, mas o protagonismo feminino na esfera do Poder Executivo, diminuiu em relação ao último pleito. Das 4.279 candidatas, apenas 48 disputaram prefeituras, enquanto em 2016, das 3.350 políticas, 52 estavam liderando chapas.

Contudo, dois municípios fizeram história, como Cáceres, que elegeu Eliene Liberato (PSB), sendo a primeira mulher em 242 anos de fundação; e Santo Antônio do Leverger que será governado por uma chapa feminina liderada por Francieli Magalhães (PTB) e Giseli Ribeiro (PDT).

Chama a atenção ainda o fato de que a maioria concorreu em municípios da Baixada Cuiabana e as demais em regiões mais afastadas da Capital. Já o Centro-Norte, região do agronegócio, não teve espaço para mulheres entrarem na disputa, como foi em Sinop, Sorriso e Nova Mutum.

Apesar de forte candidata à reeleição, a prefeita de Sinop, Rosana Martinelli (PL), chegou a ensaiar disputa, mas desistiu por questões pessoais e pressão familiar para se dedicar aos negócios. Sinop acabou elegendo Roberto Dorner (Patri), com o apoio de Rosana.

Marilda Sperandio (DEM) foi eleita prefeita de Alto Taquari com 50,83% dos votos. Foram 2.686 votos no total. A eleita tem 60 anos, é casada, tem superior completo e é professora. O vice dela é Seu Dino, do PSD, de 76 anos.

Jo Soares de Sousa (PSD) foi eleita prefeita de Santa Cruz do Xingu com 58,94% dos votos- 791 votos no total. Jo tem 40 anos, é solteira, tem ensino médio completo e atualmente é vereadora. O vice é Jair Silverio, do PSDB.

Inês Coelho, do DEM, teve a maior votação em Torixoréu (MT). Ela, no entanto, está sub judice e aguarda decisão da Justiça Eleitoral para ter a confirmação se será ou não eleita pelos próximos quatro anos. Inês Coelho teve 51,61% dos votos. Foram 1.392 votos no total.

REELEITAS - A advogada Janailza Taveira Leite (Solidariedade) foi reeleita prefeita de São Félix do Araguaia com 47,53% dos votos. Foram 2.540 votos no total. Ela tem 38 anos e é casada, em 2016 ela havia derrotado as principais forças politicas da tradicional cidade da região Araguaia.

Luzia Nunes Brandão (Solidariedade) foi reeleita prefeita de Ribeirão Cascalheira. Teve 1.711 votos (35,04% dos votos). Ela foi eleita em 2019 durante eleição suplementar após cassação de prefeito eleito. Ela tem 41 anos, é solteira, tem ensino médio completo e declara ao TSE a ocupação de prefeita. A vice dela é a professora Isabel, do PT.


Autor: AMZ Noticias com G1


Comentários
O Norte Araguaia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Norte Araguaia e um meio de comunicacao de propriedade da AMZ Ltda.
Para reproduzir as materias e necessario apenas dar credito a Central AMZ de Noticias