Quarta-Feira, 21 de Abril de 2021

Se vacinação seguir no atual ritmo, Mato Grosso vai demorar mais de dois anos para imunizar população




COMPARTILHE

Se o estado de Mato Grosso continuar no mesmo ritmo de vacinação contra a covid-19, para se chegar a aplicar a imunização de 70% da população - a chamada imunidade de rebanho -, os cidadãos terão que esperar mais de dois anos.

Até domingo (7), segundo dados do consórcio de veículos de imprensa, foram aplicadas 58.157 doses do imunizante, atingindo apenas 1,65% da população. Esse total de doses corresponde a 36,9% das doses recebidas do Ministério da Saúde, ou seja, ainda não foram aplicadas nem metade das vacinas destinadas ao estado.

Nesse ritmo, para chegar a 70% da população - cerca de 2,4 milhões de pessoas - com pelo menos uma dose da vacina, será necessário 2,4 anos de trabalho. No domingo chegaram mais 30,6 mil doses da vacina contra a covid-19 no estado, porém, se nem mesmo as vacinas que já estão aqui foram aplicadas, não há previsão de quando o novo lote será utilizado.

De acordo com o plano nacional de imunização, o governo federal compra a vacina e envia para os estado. Cada Estado então distribui para os municípios, que são os responsáveis por estabelecer os pontos de vacinação e aplicar as doses.

No Brasil, já foram aplicadas 3.598.838 doses das vacinas CoronaVac e Covishield. Outras fabricantes pediram a autorização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), mas ainda não foram liberadas.

OUTRO LADO -  Por meio de nota a Secretaria de Estado de Saúde (SES) informou que "o número de vacinação em Mato Grosso está dentro do esperado, tendo em vista que há uma diferença dos números registrados em sistema oficial e dos números absolutos".

A SES afirmou ainda que as prefeituras é que alimentam o banco de dados do Ministério da Saúde e que Mato Grosso "é o segundo que mais imunizou pessoas contra a covid-19 no Centro-Oeste do país". E que os dados atualizados até segunda-feira (7), constava o registro de 60.137 pessoas vacinadas no estado. 


Autor: AMZ Noticias com Gazeta Digital


Comentários
O Norte Araguaia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Norte Araguaia e um meio de comunicacao de propriedade da AMZ Ltda.
Para reproduzir as materias e necessario apenas dar credito a Central AMZ de Noticias