Sábado, 08 de Maio de 2021

Preço da arroba de carne bovina tem aumento histórico recorde de 34% em um mês




COMPARTILHE

O preço da arroba do boi gordo sofreu nos últimos 30 dias um aumento recorde, para se ter uma ideia no Estado de São Paulo o preço atingiu 228,80 reais, é um recorde histórico.

Em 30 dias, o preço já acumula uma alta de 34,04%, e um dos principais fatores para isso se deve a maior demanda de exportações para a China, outro fator que força o aumento é a oferta restrita de animais prontos para abate, além do mercado interno, que também aumenta o consumo à medida que consumidores vão receber a primeira parcela do 13.o salário e as festas de final de ano.

A fome chinesa se dá num momento em que o Gigante Asiático busca preencher o buraco deixado pela peste suína africana na criação de porcos da China, esta situação já é sentida setorialmente nos índices de inflação no Brasil e ainda pressiona margens da maior parte dos frigoríficos do país.

Outro fator indireto é o aumento significativo do abate de fêmeas nos últimos dez anos e agora já está influenciando na oferta e consequentemente nos preços do Bezerro e do Boi gordo. E como agravante desse cenário, nos últimos 2 ou 3 anos, o abate de fêmeas jovens também aumentou, e a consequência é um buraco na oferta de animais terminados no próximo ano.

“A média de fêmeas abatidas nos últimos dez anos foi significativa, e nessa década, só em um ano o setor reteve as fêmeas de maneira significativa. Era esperado que em algum momento, os preços para o bezerro iriam se fortalecer e que iria refletir nos valores do boi gordo”.

Esse cenário ficou mais evidente a partir do momento que a indústria brasileira descobriu a novilha como uma solução para o problema do macho inteiro não castrado. “O fato se deu quando os produtores começaram a direcionar em larga escala abate de fêmeas jovens, porém as fêmeas jovens são as que têm os maiores índices reprodutivos e tem o melhor mérito genético”.

Se por um lado a alta do preço estimula a exportação, e reforça o caixa da economia, por outro também preocupa, pois de certa forma com a alta do preço da carne, fica mais difícil para os menos favorecidos conseguirem fazer da carne um alimento diário.


Autor: Redao AMZ Noticias


Comentários
O Norte Araguaia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Norte Araguaia e um meio de comunicacao de propriedade da AMZ Ltda.
Para reproduzir as materias e necessario apenas dar credito a Central AMZ de Noticias