Quarta-Feira, 28 de Julho de 2021

Mato Grosso deve registrar mais de mil novos casos de câncer de próstata em 2020




COMPARTILHE

O Novembro Azul foi criado pelo Instituto Lado a Lado pela Vida, com o objetivo de promover uma mudança de paradigmas em relação à ida do homem ao serviço de Saúde

O câncer de próstata é o segundo mais incidente entre os homens e, conforme estimativa do Instituto Nacional de Câncer (Inca), devem aparecer mais de mil novos casos neste ano, em Mato Grosso.

Para alertar, a campanha “Novembro Azul” reforça a importância das ações de prevenção e do diagnóstico precoce deste tipo de tumor maligno, que fica atrás apenas do câncer de pele não-melanoma.

No país, são previstos 65.840 novos casos do câncer de próstata, o que representa 29,2% dentre outras neoplasias (estômago, bexiga e leucemia, por exemplo) entre o público masculino, neste ano.

No Estado, 1.030 novas ocorrências, o que corresponde a uma taxa bruta de 59,19 por 100 mil habitantes. Em Cuiabá, são 190 novos casos e incidência bruta de 61,67% por 100 mil pessoas.

Diante de números como estes, os especialistas alertam que a população masculina com idade superior a 50 anos deve procurar orientação médica para realizar exames de prevenção ao câncer de próstata, que é resultado de uma multiplicação desordenada das células da próstata.

Quando há presença de tumor, a glândula endurece. Na fase inicial, o câncer de próstata geralmente não tem sintomas. Em 95% dos casos, eles aparecem em estágio avançado. Nestes casos, os sintomas estão relacionados a obstrução de urina e infecção urinária.

Contudo, há 90% de chances de cura quando diagnosticado precocemente. Assim, realizar exames periodicamente é a melhor maneira de se prevenir contra a doença. Mas, alguns mitos, tabus e conceitos machistas ainda impedem que os homens cuidem bem de sua saúde e se submetam ao exame de toque retal.

Sociedades médicas recomendam que homens a partir dos 50 anos de idade façam o exame de próstata anualmente, e acima dos 45, caso esteja inserido nos fatores de risco, como casos na família e excesso de gordura corporal. Conforme o Inca, pai ou irmão com câncer de próstata antes dos 60 anos, podendo refletir tanto fatores genéticos (hereditários) quanto hábitos alimentares ou estilo de vida de risco de algumas famílias.

Um dos exames é o toque retal. O teste é rápido e indica se a próstata apresenta algum tipo de alteração. Caso seja detectada alguma alteração, o médico pode solicitar outros exames para confirmar o diagnóstico, como o PSA (Antígeno Prostático Específico), o ultrassom transretal e a biópsia da glândula, que consiste na retirada de fragmentos da próstata para análise.Vale reforçar ainda que é importante que o homem tenha alguns cuidados de prevenção, como manter uma dieta saudável e uma rotina de exercícios físicos.


Autor: AMZ Noticias com Diario de Cuiaba


Comentários
O Norte Araguaia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Norte Araguaia e um meio de comunicacao de propriedade da AMZ Ltda.
Para reproduzir as materias e necessario apenas dar credito a Central AMZ de Noticias