Segunda-Feira, 27 de Setembro de 2021

Mauro Mendes critica a Anvisa e pede para o órgão 'mexer o corpinho com mais rapidez'




COMPARTILHE

O governador Mauro Mendes (DEM) criticou a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) por causa do prazo de 60 dias estipulado para a aprovação da vacina contra a covid-19. Segundo ele, o órgão "tinha que mexer seu corpinho" . A declaração foi dada nesta quarta-feira (9).

De acordo com o chefe do Executivo, é um "absurdo" o tempo que a Anvisa solicitou. "Temos um tempo estimado de 60 dias para esta aprovação, o que ao meu ver é um absurdo. A Anvisa tinha que mexer seu corpinho, ser mais rápido em um momento deste".

Mendes ainda enfatizou que esse é um momento de "guerra" e que deveriam ser mais ágeis. "Não pode adotar um procedimento padrão diante de um momento de guerra, é como se ela dissesse: Para aí, continuem guerreando aí, porque meu prazo é meu prazo, e não dá para fazer nada diferente. Não é impossível", criticou o governador.

O gestor também reforçou que antes a vacina demorava anos para sair e, agora, levou menos que um ano. "Antigamente uma vacina demorava décadas, anos e anos. Tem vacina que demorou 30 anos para sair, agora saiu em um ano uma vacina e a Anvisa quer demorar o mesmo 60 dias diante de uma situação inusitada", compara Mauro Mendes.

Na terça-feira (8), o governador esteve em reunião com o ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello. A previsão do Ministério da Saúde é que a vacina contra a covid-19 seja autorizada no fim do mês de fevereiro de 2021. Está previsto o recebimento de 100 milhões de doses até junho. No segundo semestre, serão mais 160 milhões de doses.

Conforme as informações do ministro da Saúde, a vacina desenvolvida pela Universidade de Oxford e pela farmacêutica AstraZeneca está em fase final de testes e deve ter a documentação para o registro finalizada e protocolada ainda neste mês de dezembro.


Autor: AMZ Noticias com Letícia Corrêa


Comentários
O Norte Araguaia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Norte Araguaia e um meio de comunicacao de propriedade da AMZ Ltda.
Para reproduzir as materias e necessario apenas dar credito a Central AMZ de Noticias