Quarta-Feira, 05 de Maio de 2021

Belém, Ananindeua e Marabá lideram criação de empregos no Pará no mês de novembro




COMPARTILHE

Dos 144 municípios paraenses, 79 encerraram o mês passado reportando mais contratações que demissões, de acordo com dados do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgados pelo Ministério da Economia nesta quarta-feira (23).

Os números detalhados foram analisados pela reportagem responsável pela matéria que mostram que 6.215 oportunidades com carteira assinada foram criadas no estado em novembro. No acumulado do ano, o Pará totaliza 36.845 novos empregos.

Os campeões de abertura de vagas líquidas naquele mês foram Belém (1.136), Ananindeua (787), Marabá (775), Parauapebas (551) e Canaã dos Carajás (449). No acumulado do ano, Parauapebas lidera no Pará com 9.139 oportunidades criadas, recorde histórico no estado; Belém vem na sequência com 3.638; Canaã dos Carajás ostenta 2.993; Marabá contabiliza 2.852; e Ananindeua acumula 2.225.

No extremo oposto, 41 municípios fecharam o mês no vermelho, sendo que Santana do Araguaia (-229), Oriximiná (-175), Altamira (-46) e Igarapé-Miri (-30) apresentaram os piores desempenhos. Outros 24 zeraram o balanço, registrando número de contratações igual ao de demissões. É o caso de municípios com estoque baixo e pequena movimentação de trabalhadores, como São João do Araguaia, vizinho a Marabá. 

PARÁ TEM 8 ENTRE 100 MAIS: Parauapebas, a grande estrela da geração de empregos no Pará em 2020, está encerrando o ano na quarta colocação nacional, considerando-se os dados de acumulado entre janeiro e novembro. A capital do minério travou duelo interessante com a capital do Maranhão, São Luís, com quem vinha revezando por diversas ocasiões no trono de campeão brasileiro de empregos celetistas.

Nesta reta final, no entanto, além de ficar atrás de São Luís (11.662 oportunidades líquidas), Parauapebas perdeu espaço para Manaus-AM (11.409) e Barueri-SP (11.342). A divulgação feita hoje é a última do ano, mas o derradeiro Caged – o de dezembro e que pegará o movimento dos 12 meses do ano – só será divulgado em janeiro. Até lá, Parauapebas poderá ser surpreendido por Cajamar-SP (8.566) e Joinville-SC (7.437).

Atualmente, dos 100 municípios que mais empregaram no país em 11 meses, o Pará tem oito representantes: Parauapebas (4º), Belém (19º), Canaã dos Carajás (25º), Marabá (28º), Ananindeua (46º), Pacajá (51º), Castanhal (75º) e Barcarena (79º). Esse cenário é o melhor já registrado no Pará, uma vez que nunca antes o estado conseguiu emplacar tantos representantes entre os maiores empregadores do país.


Autor: Redação AMZ Noticias


Comentários
O Norte Araguaia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Norte Araguaia e um meio de comunicacao de propriedade da AMZ Ltda.
Para reproduzir as materias e necessario apenas dar credito a Central AMZ de Noticias