Segunda-Feira, 27 de Setembro de 2021

Mato Grosso mantém em alta a média móvel de mortes por Covid nos ultimos 30 dias




COMPARTILHE

Mato Grosso é um dos oito estados estados brasileiros onde a média móvel de mortes pela Covid-19 continua em alta, conforme levantamento do Consórcio de Imprensa (G1, UOL, O Globo, Extra, Folha de S. Paulo e O Estado de S. Paulo), com base em dados das secretarias estaduais de Saúde.

Os  demais estados são: Amazonas, Pará, Acre, Rondônia, Mato Grosso do Sul, Alagoas e Sergipe. Há um mês, Mato Grosso se mantém com o índice alto na média móvel de morte.

Dados atualizados pelo consórcio, às 13h desta segunda-feira (28), indicam que o Brasil já tem 191.207 mortos pelo coronavírus. Desde março, o total de infectados é de 7.486.094. Em comparação com os ultimos 14 dias, a média móvel de casos da doença caiu 19%. A média móvel de mortes, nesse mesmo período, caiu 4%.

A comparação leva em conta a média de mortes nos últimos sete dias até a publicação do balanço em relação à média registrada duas semanas atrás. Vale ressaltar que há estados em que o baixo número de óbitos pode levar a grande variações percentuais. Os dados de médias móveis são, em geral, em números decimais e arredondados para facilitar a apresentação dos dados.

MATO GROSSO - Em seus boletins sobre a pandemia, divulgados semanalmente, a Secretaria de Estado de Saúde informa que os 141 municípios de Mayo Grosso estão classifico em "risco baico" para a contaminação pelo vírus. Nas últimas 24 horas, a secretaria notificou sete mortes causadas pelo coronavírus em Mato Grosso.

Nesse mesmo período, foram notificadas 305 novas confirmações de casos da doença no Estado. A Secretaria de Estado de Saúde notificou, até a tarde deste domingo (27., 176.545 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso. Cuiabá liderado em casos da doença (39.801), seguido por Rondonópolis (12.825) e Várzea Grande.

No total, até agora, foram registradas 4.457 mortes em decorrência do coronavírus no Estado. Dos 176.545 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 4.632 pessoas estão em isolamento domiciliar e 166.798 estão recuperadas. Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 183 internações em UTIs públicas e 176 em enfermarias públicas. A taxa de ocupação está em 45,41% para UTIs adulto e em 20% para enfermarias adulto.

CUIABÁ - Entre 13 a 19 de dezembro, Cuiabá apresentou estabilidade no número de infectados e aumento de óbitos em decorrência da Covid-19. Além disso, o índice que estima a reprodução do vírus (Rt) voltou a crescer, saindo de 0,96 na semana anterior (06 a 12 de dezembro) para 1,04.

É o que mostra o informe epidemiológico, divulgado semanalmente pela Secretaria Municipal de Saúde, com apoio de pesquisadores da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT). De acordo com o boletim, o Rt verificado nesta última semana analisada é maior desde o período compreendido entre 15 a 21 de novembro passado, quando esteve estimado em 1,33.

Desde então, o índice vinha apresentando valores menores que um. “Portanto, a elevação deste índice, nesta semana, indica a possibilidade do aumento da força de transmissão, podendo interromper a desaceleração da disseminação do vírus. Desta forma, é necessário incrementar as ações de vigilância, pois pode indicar o crescimento da transmissão do vírus na Capital”, alerta o documento. O Rt é considerado um importante indicador para avaliar a evolução da doença, uma vez que demonstra o potencial de propagação do vírus.


Autor: AMZ Noticias com Diário de Cuiaba


Comentários
O Norte Araguaia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Norte Araguaia e um meio de comunicacao de propriedade da AMZ Ltda.
Para reproduzir as materias e necessario apenas dar credito a Central AMZ de Noticias