Sábado, 08 de Maio de 2021

Remo sai na frente, mas Brasiliense vira e ganha vantagem na disputa pelo título da Copa Verde




COMPARTILHE

 

O Remo até saiu na frente com Wallace, aos 21 minutos da etapa inicial, mas o Brasiliense foi superior ao longo da primeira partida da final da Copa Verde 2020 e conseguiu reverter o placar.

O time do Distrito Federal virou o jogo com Sandy e Aldo e agora precisa só de um empate na partida de volta para levantar o caneco. Já o Leão volta para casa precisando de um vitória por dois gols de diferença para não ficar com o terceiro vice-campeonato da temporada.

Promovido à Série B do Campeonato Brasileiro de 2021 (graças ao vice-campeonato da Série C), o Remo ainda busca conquistar um título na temporada 2020 (também ficou na segunda posição do Campeonato Paraense). E o Leão Azul pode alcançar este objetivo caso vença a Copa Verde.

Esta é a segunda oportunidade na qual o time do Pará chega à decisão do torneio regional (que reúne times do Espírito Santo e das regiões Norte e Centro-Oeste). Em 2016, o Remo perdeu na final para o Cuiabá.

CONFRONTO DERRADEIRO - Remo e Brasiliense voltam a se encontrar na próxima quarta-feira. A partida será no Mangueirão, em Belém, a partir das 16h (de Brasília). Não há gol qualificado e, caso o Leão vença por um gol de diferença, o título será decidido nas cobranças de pênaltis. O campeão vai entrar direto na terceira fase da Copa do Brasil de 2021.

PRIMEIRO TEMPO - A etapa alternou entre momentos de equilíbrio e de superioridade do Brasiliense. O time da casa foi mais ofensivo, criou mais chances de gol e chegou exercer momentos de pressão sobre a defesa azulina. O time paraense, sem conseguir se manter por longos períodos com a posse da bola, apostou mais em contra-ataques.

Saiu na frente do placar em grande jogada de Gedoz, que colocou Wallace na cara do gol aos 21 minutos. O Jacaré, então, cresceu na partida. Foi ganhando espaço, empurrando o Remo para trás até conseguir empatar em um chutaço de Sandy, aos 31. A equipe do DF seguiu melhor até o intervalo, com poucos lampejos dos remistas como resposta.

SEGUNDO TEMPO - Logo no primeiro minuto o Remo criou boa chance com Gedoz. Parecia que o time paraense voltaria do intervalo com nova postura, mas não foi o que ocorreu na segunda etapa. O Brasiliense logo retomou o controle da partida. As mexidas do técnico Paulo Bonamigo até apresentaram um resultado imediato interessante. O Leão ganhou mais espaço no campo de ataque e conseguir passar mais tempo com a bola nos pés. Lailson acertou a trave aos 25, mas ficou por isso.

O Jacaré se readaptou ao embate e empurrou os remistas para o campo de defesa. A pressão surtiu efeito e Aldo virou a partida aos 34. Cansado, o Remo não conseguiu regir. A única jogada de perigo foi um chute de Gedoz, aos 44, que passou rente à trave. No último lance Wellington Silva chegou a marcar o gol de empate, porém o VAR anulou o gol alegando impedimento milimétrico na jogada.

 


Autor: Redação AMZ Noticias


Comentários
O Norte Araguaia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Norte Araguaia e um meio de comunicacao de propriedade da AMZ Ltda.
Para reproduzir as materias e necessario apenas dar credito a Central AMZ de Noticias