Quarta-Feira, 05 de Maio de 2021

Xico Graziano reforça descontentamento com proposta de Zoneamento e ve prejuízos para o Araguaia




COMPARTILHE

“A atual proposta do Zoneamento Socioeconômico e Ecológico não tem sustentabilidade” - O comentário partiu do agrônomo e ambientalista Xico Graziano, ex-secretário de Meio Ambiente de São Paulo em visita a região Araguaia.

Graziano visitou propriedades rurais e as mineradoras de calcário de Cocalinho no ultimo final de semana. Ele entende que a geração de emprego, renda e riqueza gera progresso. Porém, o projeto do Zoneamento quer interditar o uso de tecnologia principalmente na pecuária e agricultura em extensas áreas da agropecuária, o que vai gerar desemprego e miséria.

Cerca de 4 milhões de hectares podem ser afetados pelo Zoneamento em mato Grosso. Famílias assentadas pelo governo em vários municípios, podem ser afetadas diretamente pela proposta atual. O zoneamento Ecológico vai afetar 17 municípios, principalmente em áreas chamadas úmidas. Xico Graziano entende que essa decisão é retrógrada e antiquada. A evolução tecnológica é que vai agregando ganhos econômicos constantemente, mas o impedimento desse uso, vai impedir o desenvolvimento da sociedade regional.

"Criar em Cocalinho um grande parque estadual vai aniquilar a possibilidade de progresso, por prejudicar as mineradoras de calcário". Xico citou que a ponte sobre o Rio das Mortes na MT-326 está permitindo uma logística de transporte nunca vista antes. O mesmo se dá com a vinda da FICO – Ferrovia Centro Oeste. Porém, criar um parque nessa região é considerado um contrassenso pelo agrônomo. “O Zoneamento proposto como foi é inaceitável para o Vale do Araguaia”, finalizou ele.


Autor: AMZ Noticias e Interativa FM


Comentários
O Norte Araguaia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Norte Araguaia e um meio de comunicacao de propriedade da AMZ Ltda.
Para reproduzir as materias e necessario apenas dar credito a Central AMZ de Noticias