Sexta-Feira, 17 de Setembro de 2021

Governo do Pará anuncia acordo para compra de 3 milhões de doses da vacina Sputnik V




COMPARTILHE

O governador do Pará,  Helder Barbalho anunciou, pelas redes sociais, nesta sexta-feira (19) que deve assinar acordo com para compra de três milhões de doses da vacina 'Sputnik V', produzida na Rússia.

Pela manhã, Barbalho participou de uma reunião com o consórcio dos governadores do Nordeste para dar andamento ao processo de compra da vacina. O consórcio assinou a compra de 37 milhões de doses do imunizante, que serão distribuídas a todos os estados brasileiros. A previsão é as doses cheguem ao Brasil entre os meses de abril e julho deste ano.

Em outra reunião nesta quinta, Helder Barbalho e os líderes dos estados que participam do consórcio dos governadores da Amazônia também discutiram com o fundo soberano russo a compra de doses da vacina ‘Sputinik V’ para os estados da região Norte, em um novo acordo semelhante ao já pactuado com os estados do nordeste.

Os responsáveis pela vacina russa apresentaram detalhes sobre a quantidade de doses e os prazos de entrega da vacina, mas já teriam sinalizado que pretendem dar prioridade ao Norte e Nordeste, durante a produção e entrega do imunizante ao Brasil.

"A nossa intenção é vacinar a população, salvar vidas com a vacina. Nós, do Consórcio da Amazônia Legal, queremos esclarecer quantas doses serão destinadas aos estados da Amazônia e qual é a capacidade do Fundo Soberano Russo de produzir mais doses e, consequentemente, prazos e previsão de entrega para todos os estados que demandam vacina neste momento", disse Helder Barbalho.


Autor: AMZ Noticias com Assessoria


Comentários
O Norte Araguaia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Norte Araguaia e um meio de comunicacao de propriedade da AMZ Ltda.
Para reproduzir as materias e necessario apenas dar credito a Central AMZ de Noticias