Quinta-Feira, 06 de Maio de 2021

Ruralista diz que o Zoneamento de Mato Grosso não pode ser Nem tudo para Deus, e nem tudo para o diabo




COMPARTILHE

O presidente do Sindicato Rural de Cocalinho considerou um descalabro a manobra para aprovar o Zoneamento Ecológico de Mato Grosso, prejudicando áreas rentáveis da agropecuária. Aparecido Sterza declarou que a Assembleia Legislativa não pode aprovar tal proposta. Paranaense de Londrina, Sterza está em Cocalinho dede 1.971, e vai completar em outubro, 50 anos no cerrado do centro oeste.

“Sempre trabalhei com pecuária de cria e sempre soube do valor dessas terras em termos de produção pecuária e agrícola, embora nunca tivemos estradas para desenvolver mais rapidamente. Hoje que o asfalto está chegando, a ferrovia também iniciará em breve, conforme promessa do Ministro, desde o final do ano passado teve muita venda de propriedades aqui na região. Dado a logística e as terras mais baratas do centro oeste além do clima e produtividade”. Tudo isso movimenta a economia regional, afirmou ele.

Ele declarou que a região tem tudo para prosseguir no rumo do desenvolvimento, gerando prosperidade, emprego e renda. “Sou contra a criação de parque prejudicando o município de Cocalinho”,  e afirmou que a Embrapa vai fazer um estudo da região para apresentar outra proposta ao Governo. A sociedade precisa ser ouvida em assembleias públicas para se chegar a um termo que fique bom para todo mundo. “Nem tudo pra Deus e nem tudo pro diabo”, ressaltou o ruralista.

O fazendeiro ressalta que a região convive com a incerteza desde 2008, o que travou o progresso e o desenvolvimento do Araguaia. Ele acredita que é preciso ampla mobilização dos Sindicatos Rurais, da Famato, Aprosoja, Acrimat e todas as representantes das classes, pressão política dos prefeitos e vereadores para impedir que este zoneamento seja aprovado.

“Temos apoio na Assembleia Legislativa do Estado, e firmados em estudo da Embrapa poderemos mostrar que a produção sustentável com respeito ao meio ambiente é viável econômica e ecologicamente para a região. “Sei que não podemos subestimar nossos inimigos que são poderosos, mas acreditando em Deus e nas pessoas de bem, tenho certeza que tudo terminará bem”, ressaltou Aparecido Sterza.


Autor: AMZ Noticias e Interativa FM


Comentários
O Norte Araguaia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Norte Araguaia e um meio de comunicacao de propriedade da AMZ Ltda.
Para reproduzir as materias e necessario apenas dar credito a Central AMZ de Noticias