Quinta-Feira, 06 de Maio de 2021

Nova decisão judicial emite liminar favorável para parte dos moradores da gleba do Portal da Amazônia




COMPARTILHE

Mais um capitulo envolvendo as decisões judiciais sobre a questão da Porta da Amazonia ocorreu na tarde desta quinta-feira, dia 15 de abril, uma decisão da 2ª Vara do Poder Judiciário da Comarca de Vila Rica, deferiu uma liminar referente a “emissão de posse” a favor de parte dos moradores da gleba da região do Portal da Amazônia.

De acordo com as informações obtidas na decisão, a justiça vai agora notificar os representantes da Agropecuária Lago Grande S/A, que havia obtido direto sobre a área através de um leilão ocorrido em 2018, e que com apoio de Forças de Segurança ocupava a área desde o ultimo dia 01 de abril, a fazerem a reintegração de posse de parte dos moradores da localidade.

A nova decisão judicial não inclui todos os moradores da área, uma vez, que a presente ação foi movida por parte dos moradores da área, portando, a área total dos autores com direito seria de 3.969 hectares, ao passo que o total do imóvel arrematado pela Agropecuária Lago Grande S/A, possui a área total de 10.000 hectares, sendo assim só terão direito a decisão as pessoas AQUI citadas na decisão da liminar que segue na integra.

Recentemente os produtores rurais e moradores da aréa haviam bloqueado a BR 158 principal via de escoamento da região Araguaia, e por onde trafegam diariamente centenas de veículos e caminhões com a produção agrícola de Mato Grosso, como forma de chamar atenção das autoridades pelo descaso com a situação dos moradores da região. 


Autor: AMZ Noticias com Assessoria


Comentários
O Norte Araguaia não se responsabiliza pelos comentários aqui postados. A equipe reserva-se, desde já, o direito de excluir comentários e textos que julgar ofensivos, difamatórios, caluniosos, preconceituosos ou de alguma forma prejudiciais a terceiros.

Nome:
E-mail:
Mensagem:
 



Copyright - Norte Araguaia e um meio de comunicacao de propriedade da AMZ Ltda.
Para reproduzir as materias e necessario apenas dar credito a Central AMZ de Noticias